Consultar Projetos de Leis
Diários das Sessões
Agenda das Comissões
Pautas das Comissões
  • Audiência Pública
  • Horário Especial
  • Audiência Pública

Presidente da Câmara se reúne com Assis, na Conurb

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes visitou, visitou na manhã de hoje, o presidente da Companhia de Desenvolvimento e Urbanização de Joinville (Conurb), Francisco de Assis Nunes para convidá-lo a fazer um périplo pelo distrito de Pirabeiraba. Segundo o vereador, existem reivindicações da comunidade que precisam e somente podem ser equacionadas pela repartição municipal. “São problemas que há muito estão causando prejuízos e tirando o sono dos moradores de Pirabeiraba e de fácil solução, mas que depende de decisão da Conurb”, explicou o parlamentar. Assis comprometeu-se em atender o convite de Odir Nunes e assumiu que vai se empenhar na busca de solução do que for constatado, “estamos aqui para atender a comunidade e aos pedidos dos nossos parlamentares”, disse o chefe da Conurb. Na oportunidade Francisco Assis aproveitou para solicitar agilidade no trâmite para votação do projeto que transformará a Conurb, cuja administração atual é sociedade de economia mista (onde há colaboração entre a iniciativa pública e a privada) em autarquia (serviço autônomo, criado através de lei, com personalidade jurídica, patrimônio e receita própria). “Inclusive estarei entregando a minuta do projeto na tarde de hoje para o prefeito”, garantiu Assis. Odir retribuiu informando que o projeto terá prioridade.{jcomments on}

Foto: Sabrina Seibel

Novo parque empresarial de Joinville

Um novo Parque Empresarial está sendo instalado em Joinville. Será o primeiro parque industrial para o pequeno e médio empreendedor. As boas novas para a cidade foram anunciadas na Tribuna Livre, ocorrida na quarta-feira (27), pelo presidente do conselho deliberativo da Ajorpeme (Associação de Joinville e Região da Pequena, Micro e Média empresa), Gilberto Guilherme Boettcher.

No plenário da Câmara de Vereadores, Gilberto passou um vídeo para os vereadores sobre o novo projeto. O novo parque empresarial será instalado em um terreno com mais de 2 milhões de m² no bairro Paranaguamirim, zona sul de Joinville. Em atividade, o parque irá gerar mais de 2 mil empregos diretos, levando desenvolvimento a região. Na área de empreendedorismo está prevista a instalação de creche, posto de saúde, escola técnica entre outros. Outro fator positivo do projeto é a proximidade com a BR 280, o que facilita o escoamento da produção.{jcomments on}

Fotos: Sabrina Seibel

Dia mundial da dança é lembrado na Câmara

Durante 15 minutos os funcionários da Câmara de Vereadores de Joinville foram surpreendidos com uma excelente apresentação de dança em comemoração ao Dia Mundial da Dança, interpretado pelo casal dançarinos Maicon dos Santos e Francine Borges, da Academia de Dança da Salão Dois Pra Lá e Dois Pra Cá. Depois de uma demonstração ao som de um samba foi a vez do tango que arrancou muitos aplausos dos servidores. Para Maicon, Joinville caminha a passos largos para se transformar na “Cidade Nacional da Dança”. A cidade comporta a única Escola do Teatro Bolshoi no Brasil fora da Rússia, realiza o 4º maior festival de dança do mundo, possui dezenas de academias de dança, tem inúmeros salões de bailes e sociedades dançantes em quase todos os dias da semana. São, na opinião de Santos, excelentes referências. Hoje o casal fez apresentações no aeroporto, prefeitura, posto de saúde, restaurante popular, Banco do Brasil, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Câmara de Vereadores e no encerramento do dia na Univille. A dança de salão cresceu muito nos últimos meses incentivada pelo quadro “Dança dos Famosos”, do programa do Faustão, “o que demonstra que qualquer pessoa pode aprender a dançar, basta querer”, enfatizou o dançarino. {jcomments on}

 

Fotos: Sabrina Seibel

Dia mundial da dança é lembrado na Câmara

Durante 15 minutos os funcionários da Câmara de Vereadores de Joinville foram surpreendidos com uma excelente apresentação de dança em comemoração ao Dia Mundial da Dança, interpretado pelo casal dançarinos Maicon dos Santos e Francine Borges, da Academia de Dança de Salão Dois Pra Lá e Dois Pra Cá. Depois de uma demonstração ao som de um samba foi a vez do tango que arrancou muitos aplausos dos servidores. Para Maicon, Joinville caminha a passos largos para se transformar na “Cidade Nacional da Dança”. A cidade comporta a única Escola do Teatro Bolshoi no Brasil fora da Rússia, realiza o 4º maior festival de dança do mundo, possui dezenas de academias de dança, tem inúmeros salões de bailes e sociedades dançantes em quase todos os dias da semana. São, na opinião de Santos, excelentes referências. Hoje o casal fez apresentações no aeroporto, prefeitura, posto de saúde, restaurante popular, Banco do Brasil, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Câmara de Vereadores e no encerramento do dia na Univille. A dança de salão cresceu muito nos últimos meses incentivada pelo quadro “Dança dos Famosos”, do programa do Faustão, “o que demonstra que qualquer pessoa pode aprender a dançar, basta querer”, enfatizou o dançarino.{jcomments on}

Endereço da academia: Rua Chapecó, nº 101, tel - (47) 3025-7096.

Fotos: Sabrina Seibel

Sem alvará, nada de inauguração

Líder da bancada peemedebista deseja evitar que o Executivo entregue obras sem condições de serem usadas. De acordo com ela, o exemplo deve vir do Poder Público para o privado.

Uma Lei solicitando o que parece óbvio – no entanto muito difícil de valer em nosso município – é o que propõe a Vereadora Tânia Eberhardt (PMDB) com o Projeto de número 71/2010, que versa sobre a proibição da Prefeitura Municipal de Joinville inaugurar obras sem que o alvará de funcionamento tenha sido liberado, ou seja, o Poder Executivo Municipal somente poderá realizar a solenidade de inauguração da obra no perímetro da cidade de Joinville após a prévia obtenção de alvará de funcionamento da respectiva obra.

O projeto protocolado em março de 2010 só entrou na pauta de votação na semana passada, em sessão ordinária na Câmara de Vereadores, sendo aprovado em primeira votação. Ontem, em segunda votação, o projeto recebeu novamente parecer favorável e agora segue para o Executivo.

Com a regulamentação desta Lei, Tânia acredita ser possível impedir que construções fora das normas e padrões passem a ser utilizadas pela população, bem como obras sem acabamentos – como azulejos, pisos, entre outros –, fato já registrado em Joinville.

Não podemos permitir que a Prefeitura tome este tipo de atitude enquanto a iniciativa privada precisa cumprir rigorosamente com toda a burocracia. O exemplo deve vir de dentro, comenta a parlamentar, lutando também para não denegrir a imagem da classe política.

Redigiu: Priscilla Millnitz.

Foto: Sabrina Seibel

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br